JoJo’s Bizarre Adventure – Primeiras impressões

JoJo’s Bizarre Adventure é uns dos  mangas mais duradouros da Jump, estando em publicação desde 1987, mesmo com sua grande popularidade apenas nesse ano foi anunciando um versão para TV adaptando a primeira parte de sua historia. Como se pode imagina desde o anunciou de sua produção o anime de JoJo se tornou o mais hypado dessa temporada.

E finalmente dia 06 deste mês foi lançado seu primeiro episódio. Mesmo não tendo tido a oportunidade de ler JoJo, eu considero que ele merecia uma adaptação para anime a muito tempo. JoJo criou um estilo único de shonen misturado glamour com todo o testosterona padrão visto em tantos clássico da Jump.

Com um orçamento baixo a David Production, tornou o máximo cuidado para manter a aparência oitentista tão evidente em JoJo.

JoJo conta a história por trás da maldição que envolve a família Joestar e a misteriosa máscara que aparece em todo episódio, mas como podemos ver nesse primeiro episódio, que para mim foi um tanto que acelerado demais, a verdadeira maldição da família Joestar é o Dio Brando(como gosto desse nome)  sendo o filho de um velho bêbado e vagabundo que foi confundindo pelo chefe da família Joestar como sendo seu salvador e do seu filho JoJo, quando na verdade tentava o rouba.

Como forma de paga sua divida o chefe da família Joestar, cujo nome esqueci, aceitou cria Dio como seu filho dando a ele os mesmo privilégios que ele da a JoJo seu filho legitimo.

Como podemos ver Dio Brando é um vilão cheio de ambição, muito mais do que muitos outros vilões da Jump junto, mais o diferencial dele é não quer apenas poder, dinheiro etc, ele quer vencer a todo conto mais o mais importante para ele é humilha seu adversário de todas formas possíveis.

Nesse episódio além de seu usado para introduzi os personagem como qualquer outro primeiro episódio independente do gênero do anime, foi utilizado para diferencia as personalidade de nossos dois personagens principais JoJo o filho mimado de uma família rica que tinha toda atenção tanto dos empregados a de seus supostos amigos, quando a Dio sendo alguém que chegou de repente na família roubado a atenção que JoJo tinha para ele se mostrando ”bonzinho” para o chefe da familia Joestar mas sendo na verdade o totalmente o oposto, fazendo qualquer coisa para alcança seu objetivo desde chuta um cachorro a mata-lo posteriormente queimando vivo, a abusa de uma garota a beijado a força apenas para acaba com a felicidade de seu rival JoJo.

JoJo tem um plot que se parece simples, mas ao mesmo tempo cativante para o publico mais chato. Como disse a David Production tem um orçamento bem abaixo da media, mas dentro de suas limitações traz um anime estiloso que nos remente a década de 80 sem passa a impressão se de um anime datado, mesmo que a principal ideia do estúdio é usa dessa atmosfera retro a seu favor, tornando esse anime um possível clássico daqui alguns poucos anos.

Ajudando a passa essa atmosfera retro, se tem o uso de cenas paradas, onomatopeias entre cenas de destaque e uma ost viciante por Hayato Matsuo, e para aumenta um clima de nostalgia temos como musica de encerramento Roundabout, da banda YES , musica de 1971  que é um convite para se entra nesse belo clima retro.

Espero que vejam esse ótimo anime e goste dele tanto como gostei.

Anúncios

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s